Servidores em rack, blades ou torres?

Do levantamento de dados ate a projeção final de uma infraestrutura nova ou uma reestruturação de ativos de TI existem momentos com um grau mais complexo de análises e decisões. Uma delas é na hora de optar pelo modelo mais ideal dos servidores, tanto quanto a tecnologia utilizada para comunicação, como modelos de processamento e armazenamento de dados e é claro ao modelo de acomodação dentro do silo na TI.


Dentre as soluções mais consolidadas no mercado podemos falar um pouco sobre três delas:

Servidores em rack: Apresentam uma forma mais “slim”, seu foco principal é a economia de energia, economia de espaço dentro do ambiente da TI, economia com resfriamento e toda o apoio que o cerca, e a centralização dos ativos, aumentando sua gerenciabilidade. São medidos em “U” (ex.: 1U, 2U, etc), ficam acoplados a estruturas interconectando-se com outros servidores e equipamentos de rede, gestão e alimentação.

Servidores em blades: Assim como os servidores em rack os servidores em blade visam economia e centralização (concentração), porém no caso dos servidores blade a economia é mais efetiva e por sua vez a consequentemente ocupando menos espaço, isso se deve a sistemas de networking, alimentação e gerenciamento. O esquema se consistem em lâminas independentes que quando conectada passa a fazer parte de todo um complexo.

Servidores em torres: Um tipo de servidor também muito usado. Sempre adotado em estruturas bem simplificadas onde a expansão não é o maior foco, e ainda não há muito poder aquisitivo, possuem uma manutenção simples, podendo inclusive aparecer peças de microcomputadores pessoais ou estações de trabalho.

Diante destes modelos pode-se perceber que, o modelo físico do servidor depende de uma serie de fatores, que vai de poder aquisitivo, passando por metas de avança da TI na organização onde está sendo implantado, até chegar no espaço para armazenamento e manutenção destas maquinas servidoras. Escolher o equipamento ideal significa aplicar os recursos da melhor maneira, obtendo o máximo de benefícios para a empresa.

Visite o site corporativo da Green Operations IT – Tocantins e veja como escolher as melhores alternativas e alinhar negócios e tecnologias!




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.